Características Físicas

Dados do município
  • Microrregião: Microrregião Serrana
  • Secretaria regional: Lages
  • Área: 946.243 km²(fonte: IBGE)
  • Data de criação: 07/12/1961 
  • Data de instalação: 07/09/1961 
  • Lei de criação: 779 - 07.09.1961 
  • Município de origem: Lages 
  • Altitude: 879 m
  • Latitude:27°39&#0 
                        •   Longitude: 50°34&#0 
  • População: 10611 habitantes (6508 eleitores) (fonte: IBGE / ano 2008)
  • PIB: 49.181 (em milhões) (fonte: IBGE / 2005)
Clima

O clima de São José do Cerrito classifica-se como mesotérmico úmido, clima subtropical, com maiores índices de chuva nos meses de junho a setembro e um verão quente de dezembro a fevereiro.

O inverno caracteriza-se pela formação de geadas nos meses de abril a agosto e pode ocorrer a queda de neve, como já aconteceu em muitos anos.

A presença de geadas e neve, faz com que as pessoas principalmente do interior fiquem por mais tempo dentro de suas casas ao redor do fogão a lenha, comum em todas as residências. Encontramos em muitas casas a “Cozinha de Chão”, que, sem dúvida, é um local de aconchego para saborear o tradicional chimarrão ou café, geralmente acompanhado com pinhão, fruto da araucária. O frio possibilita a aproximação dos membros da família que ao redor do calor do fogo contam os causos antigos.

Vegetação

A cobertura vegetal básica do Município é formada por dois tipos: a mata nativa e a vegetação rasteira. A mata nativa é composta de araucárias, canelas, cedros, xaxim, entre as mais importantes que cobrem boa parte do Município. Em outra parte, predomina a vegetação rasteira, formada por pequenos bosques de várias espécies.

Em São José do Cerrito há três reservas de araucária nas localidades de Amola Faca, Santa Catarina e São João das Palmeiras.

Hidrografia

São José do Cerrito é banhado pela Bacia do Rio Canoas, que nasce no Município de Urubici, sendo este seu principal rio. É circundado pelos rios Canoas e Caveiras que se encontram na localidade de São Sebastião da Barra. Estes têm como afluentes os rios Goiabeira, Passo Fundo, Amola Faca, Lajeado da Taipa, Refuga, Tigre e Antunes.

O rio Amola Faca faz divisas com os Municípios de São José do Cerrito e Lages.

O rio Antunes tem seu curso no centro da cidade de São José do Cerrito e, com o passar dos anos, como todo rio urbano apresenta problemas de poluição. Várias campanhas de caráter educativo e de conscientização estão acontecendo visando despoluí-lo e preservá-lo.

Durante muitos anos foi chamado rio Marmeleiro, mais tarde recebeu a denominação atual pelo fato de passar pelas terras da família Antunes. Existe uma gruta onde a natureza foi prodigiosa e pessoas talharam na rocha um nicho na qual a família Antunes muito devota de Nossa Senhora Aparecida quis homenageá-la colocando sua imagem. O rio corre na frente da gruta, é um lugar de rara beleza, recebe muitas visitas, proporciona aos devotos momentos de reflexão. Nesta gruta são realizadas procissões.

No rio Caveiras, onde situa-se a localidade de Passo dos Fernandes, que fica a 10km de distância da sede do Município, além da paisagem belíssima, proporciona um local de lazer, onde pode ser praticada a pesca, tomar banho de cachoeiras, nadar, pode-se ainda instalar barracas de camping. Embora não tenha infra-estrutura para receber turistas, os mesmos saberão apreciar e ficar em contato com a “mãe natureza”.

Os rios Canoas e Caveiras são os mais importantes, fazendo divisas e ligações com outros Municípios através de pontes e balsas.

 




Previsão do tempo




Prefeitura Municipal de São José do Cerrito.